23 de novembro de 2013

Sementes de Chia - propriedades e benefícios


A Chia, uma poderosa semente ancestral
As sementes de Chia foram utilizadas pelos integrantes das culturas azteca, inca e maia por séculos, consistindo uma parte muito importante da sua dieta diária. Era muito apreciada, sendo utilizada, muitas vezes, como substituto da comida, especialmente pelos benefícios verificados na sua saúde ao ser consumida.

O seu nome científico é Salvia hispânica e hoje em dia é cultivada principalmente na região sul do México e em certas regiões da Guatemala, sendo também encontrada em várias regiões da América do Sul. A palavra Chia deriva do vocábulo azteca “chian”, que significa oleoso e esta é uma descrição bastante acertada da sua principal característica; os seus ricos óleos que podem aportar diversos benefícios á saúde.

A super semente de Chia
A Chia pertence á mesma família da menta e é uma planta que cresce anualmente até alcançar uma altura de aproximadamente 90cm, produz flores de cor púrpura ou branca.


O mais importante da planta de chia são as suas sementes; a semente de chia proporciona uma fonte muito valiosa de fibra, proteínas, altos níveis de ácidos gordos, ómega 3 e 6 e minerais essenciais; os estudos indicam que 2 colheres de sementes de chia contêm 30% mais antioxidantes que o mirtilo, um dos frutos mais ricos em antioxidantes: além de que, 2 colheres de chia contêm mais cálcio que um copo de leite, assim como uma boa dose de fósforo e muito pouco sódio, somente 137 calorias, absolutamente nada de colesterol ou gorduras trans, 4gs de proteínas, mais ferro que uma quantidade equivalente de espinafres e 11g de fibra, que constituem 42% da dose recomendada de ingestão diária.

A chia pode ser consumida tal como é obtida da planta, crua ou moída, dissolvida em água e também pode ser um ingrediente de diversos pratos. Todas as propriedades da chia fazem-na um autêntico superalimento.

Digestão e metabolismo perfeitos
Quando os antigos aztecas utilizavam a semente da chia como substituto alimentar, faziam-no consumindo o equivalente a uma colher antes de se porem em marcha durante 24 horas seguidas e assim permaneciam com energia e nutridos até ao fim do dia. O que os aztecas aproveitavam era a característica supressora do apetite das sementes, um dos muitos benefícios da chia.

Para ajudar o metabolismo e a digestão basta agregar sementes de chia a um copo de água. Passados aproximadamente 30 minutos, observar-se a formação de um gel. Ao ingerirem-se as sementes de chia sucede o mesmo em todo o sistema digestivo, o que reduz a digestão de carbo-hidratos e evita que estes se convertam em açúcares. Isto representa um grande benefício para regular a quantidade de açúcar na corrente sanguínea. Este produto gelatinoso contribui também para a limpeza do tubo digestivo e faz com que se experiencie uma inibição do apetite que pode ser bastante benéfica para ajudar a reduzir o peso.

A Chia e o Ómega 3
Os ácidos gordos polinsaturados ómega 3 unicamente podem ser obtidos através dos alimentos posto que o corpo humano não os produz. Algumas das sementes com maior quantidade de ácidos gordos ómega 3 são as sementes de linho e de kiwi. E uma das carnes que mais têm ácidos gordos é a do peixe mas nenhum destes alimentos pode superar a quantidade de ómega 3 que as sementes de chia proporcionam.

Os surpreendentes benefícios do Ómega 3
O ómega 3 ajuda a controlar os problemas cardiovasculares ao reduzir os níveis de triglicéridos, diminuir a pressão sanguínea e a acumulação de placas nas artérias. Com ele, os ácidos gordos ómega 3 podem ajudar a reduzir o risco de arritmias e batimentos com frequências anormais que podem originar morte súbita. Além de ajudar a saúde cardiovascular, este tipo de ácidos gordos também reduz as probabilidades de padecer de artrite, problemas de memória e cancro.

Todos os minerais que as sementes de chia possuem, o cálcio, fósforo e potássio, entre outros, além da boa quantidade de vitamina B e de antioxidantes, protegem as células do corpo e evitam que se danifiquem.

Como saborear os benefícios da Chia
Existe uma grande diversidade de formas de se consumir as sementes de chia. Pode agregar-se duas colheres de chia num copo de água ou de sumo de maçã, esperar 15 minutos para se dissolver e depois tomar todos os dias pela manhã.

Para que as crianças também possam beneficiar das propriedades destas sementes basta mistura-las com a sua comida, cereais ou batidos. Primeiro faz-se o gel misturando água com sementes de chia, deve-se esperar até obter una substancia gelatinosa para depois agrega-la às comidas. Ou simplesmente pode ser consumida como qualquer outra semente para facilmente obter os grandes benefícios da chia.

Precauções ao consumir sementes de chia
Só há que tomar algumas precauções ao consumir as sementes de chia se se tomam medicamentos para emagrecer o sangue. Neste caso a ingestão de sementes de chia pode ser contraproducente visto que estas atuam da mesma maneira que alguns dos medicamentos, diminuindo a pressão sanguínea.

Algumas pessoas apresentaram certas reações alérgicas como olhos chorosos e urticaria. Também se registaram casos de vómitos, diarreia e problemas respiratórios. E ainda que não hajam estudos para se saber como repercute o consumo de sementes de chia por mulheres grávidas ou lactantes, é recomendável que se evite a sua ingestão durante estas etapas.

Veja também:

Saúde Natural





0 comentários :

Enviar um comentário

Partilha